Contato:

CONTATO: vereadorajanaina@gmail.com - 99776041

quarta-feira, 4 de março de 2015

JANAINA FURTADO VEREADORA: A LUTA É DE TODOS (OU PELO MENOS DEVERIA SER)

Vereadora Janaina Furtado- PSD
Na Sessão Desta terça feira, 3 de março, a primeira transmitida via web e, excepcionalmente Pela Rádio Nova Era FM, aproveitei meu tempo para fazer a defesa dos concursados que estão na batalha para serem chamados Pela administração municipal .

Reunião com os vereadores
Depois realizamos uma reunião para tratar do assunto com os colegas e, Infelizmente, a grande maioria não se interessou pelo assunto.

JANAINA FURTADO

veja um resumo da sessão desta terça


A Vereadora Janaína Furtado em sua fala tratou do problema do início do ano letivo das escolas municipais, onde em algumas ainda não começou. Diante disso, através de seu Gabinete solicitou uma conversa e diante disso se encontrou com o Prefeito e o Secretário Municipal de Educação procurando informações sobre as pessoas aprovadas no concurso público de Tarauacá. Segundo a Vereadora foram três os motivos apontados pelo Prefeito pela não contratação de professores e servidores de apoio: Primeiro que o número de pessoas contratadas é superior ao número de pessoas que estão na lista. Na SEME ficou sabendo que 16 professores ainda não estão lotados e que segundo ela o Prefeito está contratando 40 professores do concurso simplificado de 2013. Segundo que ele não poderia contratar porque o Tribunal de Contas alega que o gasto com pessoal está acima do limite permitido da LRF e por último porque tem um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), acordado com o Ministério do Trabalho e com o Ministério Público onde diz que a administração pública tem que abrir vagas para todos os serviços necessários na administração. Após explicar o porquê de em sua fala citar a legislação em vigor que trata do caso a Vereadora pediu aos nobres colegas que se sensibilizem com essas pessoas que estão aguardando a oportunidade de serem convocadas a assumir suas vagas em um emprego público conquistado através de esforço. No final propôs uma reunião da Câmara com a Comissão do concurso público para poderem achar uma saída para essa situação. (Assessoria Câmara)


Nenhum comentário:

Postar um comentário